cachorro em uma consulta veterinária em primeiro plano enquanto seu médico veterinário consulta seu histórico ao fundo

A importância do histórico clínico digital para veterinários

Você sabe qual é a importância do histórico clínico para veterinários? Hoje, você vai entender mais sobre o motivo pelo qual o tutor deve garantir que o histórico clínico do pet esteja devidamente atualizado e registrado. Confira também as melhores maneiras de fazer esse registro. Acompanhe!

O que é histórico clínico?

Antes de entender mais sobre a importância desse registro de dados para os veterinários, é preciso entender melhor sobre o que é o histórico clínico do pet. 

O histórico clínico pode ser entendido como a narrativa da saúde do pet. Ele é um documento que mostra toda a evolução do animal, seja ela boa ou ruim, e serve como uma espécie de guia para orientar o veterinário a respeito dos diagnósticos e próximos tratamentos que ele deve seguir para promover o bem-estar do animal.

Quando o tutor leva o pet até à clínica, o médico veterinário costuma fazer a anamnese, uma série de perguntas sobre o animal, seguida do seu exame físico para chegar a uma conclusão sobre qual caminho seguir.

A importância da anamnese para o tratamento veterinário

A anamnese é uma espécie de entrevista na qual o veterinário coleta informações sobre o estado de saúde do pet. Nela, o tutor provavelmente irá responder sobre o passado do pet, informando se ele já passou por cirurgias, se toma remédios regulares, seus hábitos alimentares, rotina de banho e demais informações que o veterinário julgar pertinentes.

Durante a anamnese, é importante deixar o tutor à vontade para responder de forma honesta sobre os hábitos e histórico do seu animal de estimação, sem que ele sinta-se julgado.

tutora de um gato satifeita com o atendimento que está recebendo em uma consulta

Após esse processo, o médico pode solicitar exames de imagens e laboratoriais para, ao final, chegar ao diagnóstico a respeito do caso do animal e, enfim, iniciar o tratamento mais adequado para ele. 

Todas essas informações, inclusive as observações feitas pelo veterinário, devem ser registradas no prontuário animal. Conforme esperado, todos estes relatórios farão parte do histórico clínico do pet. 

Somado a isso, vale ressaltar que o histórico clínico tem importância jurídica. Por isso, precisa ser elaborado de forma completa e segura. Ou seja, deve conter todas as informações relevantes sobre o animal e, também, ser armazenado de forma adequada, permitindo que seja encontrado de forma rápida quando for necessário. 

Assim, pode-se dizer que é enorme a importância do histórico clínico para veterinários. Afinal, é por meio dele que o profissional poderá desempenhar melhor sua função e transmitir mais tranquilidade e segurança aos tutores. 

Qual é a importância do histórico clínico para veterinários?

São diversos os motivos pelos quais o tutor deve fazer o registro clínico do seu pet. Possivelmente, o primeiro deles está relacionado com a qualidade do atendimento que o animal de estimação irá receber do médico veterinário ao chegar na consulta com o histórico em mãos.

Com todas as informações relevantes em mãos, o veterinário poderá prestar um atendimento mais eficiente, personalizado e ágil, já que terá acesso a todos os dados que precisa. 

Além disso, são minimizadas as chances de erros nos diagnósticos, o que pode promover mais qualidade de vida para o pet, mais tranquilidade para o tutor e, é claro, um atendimento mais qualificado por parte do profissional. 

Afinal, alguns pets exigem cuidados especiais, possuem algum tipo de alergia, problema de saúde e/ou não se dão bem com certo tipo de tratamento. Ainda, utilizando o histórico clínico como base, serão evitados transtornos e até mesmo uma possível emergência.

Quando o veterinário tem acesso a essas informações antes mesmo de prestar o atendimento ao pet, ele já terá pensado em outras soluções melhores a oferecer para o tutor e para o animal, levando em consideração a sua saúde e bem-estar.

filhote de cachorro sendo bem atendido por veterinária

– Confira também: Como deixar sua clínica veterinária mais eficiente?

Como registrar o histórico do pet?

Agora que você já entendeu mais sobre a importância do histórico clínico para veterinários, é hora de saber como fazer esse registro. 

Atualmente, pode-se dizer que a melhor maneira de registrar todos os dados do pet é por meio de ferramentas tecnológicas que permitam que o registro seja encontrado, atualizado e acessado de forma rápida.

Uma excelente ferramenta que desempenha essa função é o app da Petkie

Ideal para integrar toda a comunicação entre tutores, prestadores de serviço do setor pet e médicos veterinários, o app permite que todo o registro clínico do animal fique registrado e seja atualizado de acordo com as necessidades do pet.

Tendo esses dados em mãos antes da consulta, o médico já saberá importantes informações sobre o pet, o que resultará em um atendimento mais qualificado e personalizado.

Além disso, pelo próprio aplicativo é possível o veterinário trocar mensagens com o tutor por meio do chat. Essas mensagens ficam registradas no aplicativo e é possível o veterinário enviar, inclusive, prontuários e receitas para o pet, tornando todo o atendimento mais prático e seguro. 

Dessa forma, não é preciso migrar a conversa para outros aplicativos e/ou fazer ligações. Tudo estará devidamente registrado e acessível para médicos veterinários, tutores e demais profissionais envolvidos. 

Por fim, o aplicativo da Petkie ajuda a manter as agendas de compromissos – tanto dos tutores de pets, quanto dos veterinários e dos prestadores de serviço–, sempre atualizada e em dia. Ainda, o veterinário pode adicionar lembretes e todos os seus atendimentos, tornando a sua rotina mais organizada. 

Quer saber mais sobre a Petkie e conferir todas as funcionalidades oferecidas pelo app? Então faça o download agora mesmo! O app está disponível no Google Play e na Apple Store.

Fonte(s):

Canaltech, GuruVet e Vetus.